Vamos conversar? Dezembro Vermelho

E aí meus baixinhos queridos! Tudo bem com vocês?
Hoje iremos conversar sobre um assunto que os adolescentes e os adultos conhecem muito bem! A AIDS.
Sim! Como foi no ano passado esse ano vim alertar novamente sobre o Dezembro Vermelho que é o mês da prevenção dessa doença que assusta cada um de nós.


Caso você ainda não entendeu o dezembro vermelho é o mês da prevenção da AIDS "uma doença do sistema imunológico humano causada pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH — em inglês: human immunodeficiency virus - HIV). Durante a infecção inicial, uma pessoa pode passar por um breve período doente, com sintomas semelhantes aos da gripe. Normalmente isto é seguido por um período prolongado sem qualquer outro sintoma. À medida que a doença progride, ela interfere mais e mais no sistema imunológico, tornando a pessoa muito mais propensa a ter outros tipos de doenças, como infecções oportunistas e câncer, que geralmente não afetam as pessoas com um sistema imunológico saudável.

O HIV é transmitido principalmente através de relações sexuais sem o uso de preservativo (incluindo sexo anal e, até mesmo, oral), transfusões de sangue contaminado, agulhas hipodérmicas e de mãe para filho, durante a gravidez, o parto ou amamentação.[4] Alguns fluidos corporais, como saliva e lágrimas, não transmitem o vírus.[5] A prevenção da contaminação pelo HIV, principalmente através de programas de sexo seguro e de troca de agulhas, é uma estratégia fundamental para controlar a propagação da doença. Apesar de ainda não existir uma cura ou uma vacina, o tratamento antirretroviral pode retardar o desenvolvimento da doença e elevar a expectativa de vida do portador do vírus. Enquanto o tratamento antirretroviral reduz o risco de morte e de complicações da doença, estes medicamentos são caros e podem estar associados a efeitos colaterais. [Leia mais]".


O dezembro vermelho é representado pelo laço vermelho e não cabe somente aos especialistas alertarem as pessoas. Nós também podemos dar aquele empurrãozinho para que não aconteça o que aconteceu com muita gente... Se você ir para ter relações sexuais não esqueça do preservativo "é um contraceptivo de barreira que pode ser usado durante a relação sexual com o intuito de reduzir a probabilidade de ocorrência de uma gravidez ou de contrair doenças sexualmente transmissíveis, como o VIH. É colocado no pênis erecto "duro" do homem e forma uma barreira física, impedindo o sêmen ejaculado de penetrar no corpo do parceiro sexual. Os preservativos são também usados para recolha de sêmen em tratamentos de infertilidade. Uma vez que os preservativos são à prova de água, elásticos e duráveis, são ainda utilizados para diversas finalidades sem propósitos sexuais. Atualmente, a maioria dos preservativos é fabricada em látex, embora alguns sejam fabricados com outros materiais, como poliuretano ou poliisopreno. Existe também um preservativo feminino, geralmente fabricado com nitrilo. [Leia mais]" ou na nossa linguagem CAMISINHA.

"A Marcio! Mas ele aperta e isso não é coisa de homem."

Não é coisa de homem e aperta? Tem certeza? Então você não se incomodaria se em um descuido seu nascesse uma criança "digamos" nos seus quinze (15) anos de vida? Por mais que aperte você tem que usar, assim evita doenças e a gravidez indesejada da mulher e você não deixará de ser homem por estar usando uma naquele momento tão importante da sua vida... Caia na real e se cuide.

Como de costume irei indicar leituras para vocês! Lavarei em consideração a lombada das obras e espero que gostem de minhas escolhas.

Traços
Quando Matheus aceitou acompanhar Beatriz na festa do colégio, jamais imaginou que terminaria a noite participando de um ritual místico (de veracidade duvidosa) para saber o que o futuro reservava para ele e a amiga. Assim que as velas que os cercavam se apagam e uma resposta esquisita encerra a cerimônia, Beatriz leva o resultado a sério e entende que deve fugir da cidade pequena para se encontrar com seu destino nas ruas da capital de São Paulo. Perdido no meio de tudo, Matheus é obrigado a repensar o que considera certo ou errado quando é convidado para participar do plano maluco de fuga e decide que precisa passar por cima dos limites impostos pelos pais para finalmente ser capaz de entender quem realmente é. Os dois amigos partem sozinhos para São Paulo e carregam consigo não somente as malas nas costas, mas também o peso de todos os problemas que achavam que estavam deixando para trás. Sem ter ideia do que estão enfrentando, Matheus e Beatriz descobrem mais sobre si mesmos, criam, quebram laços e encaram desafios que jamais pensaram que confrontariam enquanto contavam as moedas para realizar esse grande plano que iria mudar suas vidas para sempre.
RESENHEI esse livro no blog Pensamentos Valem Ouro! Não deixem de passar lá e conferir.


Quando o amor bater à sua porta
Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.
Tem RESENHA desse livro aqui no blog! Não deixe de conferir.

Se você estiver com suspeita de que está com AIDS, corre consultar um médico e fazer o exame... Caso for confirmado a tempo terá mais chances de evitar que ela progrida.


Então é isso pessoal! espero que tenham gostado de minha postagem, comentem aí em baixo o que acharam e se for sua primeira vez aqui no blog, lhe convido a seguir, se inscrever no canal, curtir a página do blog lá no Facebook, me seguir no "Twitter" "Pinterest" "Instagram" "Amino" "Snapchat" e me adicionem no Skoob.

No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima. Tchaau
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário