TAG: Frases de Mãe [Original]

Venha conferir a TAG mais famosa do dia das Mães

Leia mais

Diário de um Cardiopata

Venha conferir alguns capítulos do meu primeiro livro.

Leia mais

Booktour: Epicuro em meu jardim

Inscrições Abertas Venham participar

Leia mais

02 março 2016

Resenha #23: Diário de Busca

Se você gosta de arqueologia, romance, astronomia e aventura! Venha comigo.

E aí meus baixinhos queridos! Tudo bem com vocês? Comigo tudo ótimo.
Como vocês podem ver aí no título desta postagem, hoje vim falar de mais uma leitura que acabei de terminar, cuja, recebi de parceria com os autores W Souza, espero que gostem. Vamos lá então?

Diário de Busca
Livro recebido de parceria com os autores.
Autores: W-Souza
Págs: 342
Gênero: Ficção
Formato: 14 X 22
Editora: Chiado Editora
Lançamento: 2015
Sinopse: O incansável explorador dá de ombros e não se deixa abater, tentando demonstrar maturidade e controle. Eval tinha razão, muito ainda estava por vir, aquilo era só o começo.
Aprendeu com sua mãe a ser persistente, a lutar pelo que acredita, e pensou: É como dizia um velho amigo - Para o obstinado, o tropeço é apenas um empurrão para seguir em frente.
Agradeceu, despediu-se, pegou a mochila, e virando a aba do boné para trás, gesto que fazia quando estava indignado, partiu, sorrindo apenas para a secretária.
Jamais desistiria, não era o perfil dos Di Carlli. Dali foi direto para a biblioteca preparar o material para uma próxima possível expedição.
Narrada em terceira pessoa do singular, somos apresentados a família de Leopoldo, um arqueólogo que até certa parte de sua vida cresce feliz e amado, mas foi pego de surpresa com a morte de seu pai “senhor Di Carlli”, o fazendo ficar isolado em seu canto por anos sem falar com ninguém.

Sua mãe dona Leopoldina pensando que seu filho estaria ficando louco acaba por interná-lo em uma escola para crianças problemáticas a fim de fazê-lo melhorar, mas nesse local ele vive os piores dias de sua vida.

Tempos depois ele é retirado desse local e incentivado a seguir o rumo do sacerdócio, mas novamente é pego de surpresa, desta vez com a morte de sua mãe. Isolado e sem saber o que fazer, ele segue os planos dela, mas não fica satisfeito e resolve seguir seu sonho de se tornar um arqueólogo.

- Para o obstinado, o tropeço é apenas um empurrão para seguir em frente.

Seguindo por anos o seu objetivo resolve buscar um patrocino e nesse meio tempo acaba conhecendo Layla "secretária de seu patrocinador" que se tornou sua esposa e desse relacionamento nasce Richard. Com esse nascimento Leopoldo se preocupa muito com o bem estar de sua família, vivendo uma vida entre viagens e cuidados com o filho, contrata uma empregada para ficar com a esposa, mas com o tempo Layla acaba adoecendo e falecendo, Leopoldo vendo o ocorrido resolve se dedicar somente ao filho.

Quando Richard ficou mais velho, decidiu por conta própria ir estudar nos Estados Unidos e lá conhece Ana uma universitária assim como ele que estudava em sua escola, os dois se apaixonaram e se casaram, tiveram um belo filho chamado Antony, ou como conhecemos Tony. Já Leopoldo com a ida do filho para os Estados Unidos resolve prosseguir com o seu trabalho de arqueologia e vive viajando de um lado para o outro, mas a saudade é tanta que resolve ir morar com ele.

Uma mãe por seu filho
Atravessa o horizonte
Suporta as dores do caminho
Para chegar ao seu alcance

Uma mãe por seu filho
Pode mudar ações
Pode rever ideias
Pode mudar convicções

Uma mãe por seu filho
Está com ele onde estiver
Seja quais as escolhas
Em que caminho estiver

Vendeu sua casa em Roma e comprou uma casa para Richard nos Estados Unidos, disse que estaria viajando e quando estivesse na cidade estaria com o filho. Tudo ia tão bem até que Richard e Ana acabam morrendo em um trágico acidente de carro e Leopoldo para não deixar seu neto sozinho, resolve ir morar com ele e dali em diante desistiu de seus objetivos.

Nesse tempo que estava parado, Leopoldo resolveu catalogar toda sua pesquisa e Tony o ajudava nas horas vagas. Em uma dessas horas vagas, Tony acaba achando nos arquivos de seu avô uma nova descoberta que faria sua vida mudar de rumo e dali por diante seguir o seu próprio passo sozinho.





E essa foi à resenha pessoal! Não irei prosseguir, pois dali por diante será Spoiler e isso não queremos NE?
Nessa história temos uma trama tão bem desenvolvida que não achamos falha nenhuma na narrativa e não se percebe qual autor está escrevendo cada determinada cena, pois a escrita é muito idêntica. Mas infelizmente achei pequenos erros de escrita, acho que deve ter passado despercebido na revisão, cuja, esses erros não interferem em nada na leitura da história, pois são bem pouquinhos "tipo: um ou dois".

Cada personagem é bem descrito, dando ênfase mais ao acontecimento do que a eles! Em determinado momento notamos que há romances rolando no decorrer da história e acontecimentos que não esperávamos acontecer.

O que me surpreendeu bastante foi à escrita dos autores, eles utilizaram o tempo gramatical atual e por incrível que pareça eles conseguiram também incluir na história uma gramática que nunca mais usamos, ou seja, uma gramática que nossos antepassados usavam e que os atuais de hoje não compreendem pois não são daquele tempo.

Em geral gostei muito da história e só tenho a parabenizar os autores por esse feito, quero dizer a eles que estou à espera de mais livros e infelizmente sinto informar a vocês que pelo que pude notar nessa história, ela terá continuação. Sei que muitos de vocês ainda não devem ter lido e pensam que é livro único, mas uma história dessas é muito boa e merece continuação.



E tem novidade para vocês: Conversei com os autores e eles concordaram
em sortear um exemplar do livro! Espero que tenham gostado da novidade,
agora é só participar do sorteio e boa sorte.






Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado dessa resenha, comentem aí em baixo o que acharam dela e se for a sua primeira vez aqui no blog, lhe convido a seguir, se inscrever no canal, curtir a página do blog lá no Facebook, me seguir no Twitter e me adicionar no Skoob.

No mais é isso! Muito obrigado pela sua atenção e até a próxima. Tchaau.

18 comentários:

  1. Oi, Marcio!
    Não conhecia este livro e nem o autor, Mas por causa da sua resenha já estou apaixonada pelo livro. Só desejo que eu goste tanto dele quanto você!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Achei o livro bem interessante, não conhecia a obra nem o autor, pretendo ler em breve. Amei a seu resenha, a sinopse me cativou. Parece ser uma leitura proveitosa e satisfatória. :)
    Bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara! Que bom que você gostou, fico muito feliz. Bjs

      Excluir
  3. Márcio!
    Como gosto de arqueologia, romance, astronomia e aventura, já vi que vou gostar da leitura desse livro.
    Fiquei bem curiosa pela descoberta feita por Tony sobre o trabalho do avô e fiquei curiosa por acompanhar toda aventura do livro.
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi RUDYNALVA! Que bom saber, espero que goste. Bjs

      Excluir
  4. Nunca li um livro qe falasse sobre arqueologia, e estou realmente muito curiosa e ansiosa para a leitura desse livro, que me encantou pela capa, a sinopse e as resenhas. Tenho certeza que ele vai me trazer muitos conhecimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jhennifer! Que bom saber que você gostou, fico muito feliz.

      Excluir
  5. Não conhecia o livro e o que li em sua resenha deu-me uma idéia do que se trata. Se tiver oportunidade de ler, gostaria muito.A capa é bem chamativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maristela! Fico muito feliz que tenha gostado. ^^

      Excluir
  6. EU já me maravilhei com essa capa show,uma incrível resenha,Quero ter a orportunidade de ler esse livro.Gostoria muito de Ganhar...

    ResponderExcluir
  7. Percebe-se um talento intrínseco nos autores que os aguardava para fluir fortemente no dia em que eles decidissem escrever. Há como sentir uma facilidade absurda de compreendimento do enredo ao ler a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Solange! Tudo bem? Bela reflexão sobre os autores. ^^

      Excluir
  8. Oi Marcio!
    Achei incrível a sua resenha e já amei essa pequena demonstração do Diário de Busca. Tanto os autores como você estão de parabéns pela bela apresentação do livro... Eles por nos presentear com essa obra que me parece fascinante e de boa compreensão, e você pela resenha que me aguçou o desejo de saber a continuação do livro. Agora é ficar na torcida para ser a sorteada! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^^ Fico muito feliz que tenha gostado Dani! Assim eu vejo que tudo o que faço não é em vão. Bjs

      Excluir
  9. Oi Márcio.

    Parabéns pela bela resenha. Ficou magnífica. Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wolnéia e Wanio! Que bom que vocês gostaram, fico muito feliz.

      Excluir

©Um baixinho nos Livros - 2017. Todos os direitos reservados. - Criado por: Marcio Silva. - Tecnologia do Blogger. imagem-logo