TAG: Frases de Mãe [Original]

Venha conferir a TAG mais famosa do dia das Mães

Leia mais

Diário de um Cardiopata

Venha conferir alguns capítulos do meu primeiro livro.

Leia mais

Boas Compras

Compre livros e ajude o blog a crescer.

Leia mais

16 janeiro 2017

Resenha #47: As cordas mágicas

E aí meus baixinhos queridos! Tudo bem com vocês?
Quem aí "assim como EU" curte música? Não! Eu não vim indicar músicas, mas sim falar de um livro que tem a ver com esse quesito que é mais escutado pela humanidade. Hoje venho apresentar a obra AS CORDAS MÁGICAS do autor Mitch Albom que foi lançado pela Arqueiro em 2016.

As Cordas Mágicas
Livro recebido de parceria com a editora
Autor: Mitch Albom
Págs: 352
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Formato: 16 X 23
Editora: Arqueiro
Lançamento: Novembro/2016
Sinopse: Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe.
Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas.
Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards.
No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada.
No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus.
Primeiramente já peço desculpas, pois não vou falar muito por que esse livro não tem muito o que explicar para vocês. O que irei passar será mais a minha opinião e espero que goste! Como já sabem a nota que dei para esse livro  está aí em cima e vamos começar a falar.

O livro se divide em duas narrativas "ambas em terceira pessoa do singular 'se não me engano' ". A primeira narrativa é de uma pessoa desconhecida que conta a história de Francisco Presto ou como iremos conhecer Frankie Presto um violinista/cantor muito famoso que desencarnou/morreu do nada em cima de um palco em plena apresentação e a segunda narrativa é o depoimento das pessoas que conheceram o musico.

-"Venham depressa assisti-las, santos de Deus. Venham depressa ao encontro delas, anjos do Senhor. Envolvam essas almas em seus braços e levem seu fardo aos céus para o Altíssimo."

Frankie é filho de Carmencita uma mulher que morreu em uma igreja logo depois que ele nasceu em plena guerra civil na Espanha. Criado por alguns meses por uma freira, Frankie é abandonado e achado por Baffa Rubio que o cria como filho.

Ao completar nove (9) anos Frankie se torna pupilo de El Maestro um homem viúvo que ficou cego na guerra e se tornou o maior violinista de todos os tempos "não é violinista de violino e sim aquele que sabe tocar vários instrumentos de corda" que ensinou tudo que sabia para o menino. El Maestro presenteou Frankie com um violão novo e cordas novas que diziam que era mágica. Logo em seguida Frankie teve que ir para os Estados Unidos a pedido de Baffa.

Girassóis esperando a luz do sol / Violetas esperando o orvalho / Abelhas esperando o mel / E eu, meu bem, só esperando por você!

O tempo passou e Frankie se tornou o musico mais conhecido de todos os tempos, onde ia levava seu violão e sempre que possível ensinava os mais novos tudo que sabia, assim como foi com El Maestro. Além de formar sua família com uma pessoa que ele havia conhecido na infância, mas coisas acontecem e fazem com que ele se isola-se de tudo e de todos.

Ontem / Vi um pássaro / Cuja árvore desapareceu, / As nuvens reclamam para si / Um céu sem lua / Você se foi ? Es estou aqui.


O livro em geral é bem escrito, mas senti em partes da história que passaram despercebido erros de revisão, caso vi errado me perdoem. A narrativa como dito é dividida em duas partes: a primeira é narrada pela própria MÚSICA e a segunda é o depoimento de cada pessoa que conhecia o personagem citado.

No início vemos Frankie Presto morrendo em pleno show e em seguida os depoimentos "que acontecem em seu funeral" intercalando com a história do personagem. No decorrer da história é narrada a vida dele que a princípio pareceu mais uma biografia do que uma história, isso me incomodou e muito por que não curti a forma de narrativa! Como diz aqui no sul: Isso pareceu uma melação de cueca 'para não dizer de saco'.

Sei que nunca li uma biografia e depois dessa história não quero ler esse gênero que é biografia nem que me pagem. Os personagens são bem desenvolvidos e o tema é muito bom "que no caso é MÚSICA", aprendi e muito com esse livro, que era o pensamento que tive quando solicitei para leitura, poder adquirir um pouquinho mais de conhecimento no que estou fazendo.


Na história El Maestro diz que devemos nos unir ao violão tratando ele com carinho para que saia notas lindas e isso fez com que eu refletisse bastante para aprender a tocar esse instrumento. O livro é dividido em seis (6) partes, onde que aparece o desenho do violão e o número da mesma.

O capítulo tem o número respectivo a ele com uma linha desenhada em baixo, a fonte é muito boa, temos recuo na primeira linha de cada parágrafo, temos trechos destacados com uma linha desenhada ao lado da primeira linha do parágrafo e a divisão de cena é apenas um espaço de entrelinhas ótimo.

Quando temos depoimentos das pessoas que conheceram Frankie temos o nome da mesma e o que ela faz em baixo "ex: Fulana / Cantora" e já a arte em geral é muito bonita. Temos o desenho de uma mala com um violão em um campo e uma fonte bem bonita no título do livro, a lombada é toda laranja  que mostra em branco o nome do autor e do mesmo.


Eu tenho o costume de parabenizar a Arqueiro e o autor pela obra, mas não vou fazer isso dessa vez. Por que mais uma coisa me incomodou! Sabem o papel que eles utilizam para fazer a capa? Nos outros livros que tenho deles são bem fortes, já o papel dessa capa é bem vagabunda e isso me decepcionou bastante por que qualquer dobrinha que a gente der irá ficar marcado "Arqueiro! Não utilizem esse tipo de papel, pois irá desvalorizar e muito a obra que estarão lançando. Utilizem apenas um papel mais resistente que ficará ótimo".

Antes de finalizarmos a resenha eu gostaria de informar que existe uma Playlist do livro,
caso quiserem conferir segue o LINK.



Então é isso pessoal! Espero que tenham gostado da minha opinião, comentem aí em baixo o que acharam e se for a sua primeira vez aqui no blog, lhe convido a seguir, se inscrever no canal, curtir a página do blog lá no Facebook, me seguir no "Twitter" "Pinterest" "Instagram" "Amino" "Snapchat" e me adicionem no "Skoob" "Goodreads".

No mais é isso, muito obrigado pela sua atenção e até a próxima. Tchaau

16 comentários:

  1. Essa capa é linda e eu tava super interessada, mas justamente com esse medo de ser tipo uma biografia, acho isso bem chato também, acaba que perde o encanto de ser um romance (no estilo literário, não do estilo romance de romântico). Uma pena isso, se não fosse assim eu buscaria ler pois o enredo é bem legal. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alexia! Lhe compreendo, pois eu pensei que fosse um romance "no estilo literário"... Leia quem sabe você não goste, pois é que nem aquele ditado "O que eu não gosto, você pode gostar".

      Excluir
  2. Oi Marcio,
    Quando vi esse livro e procurei um pouco sobre ele o gênero é romance e não biografia, uma pena que seja uma biografia que não prende o leitor, só li uma biografia até hoje, mas acho que é o tipo de livro que precisa ser bem escrito para prender o leitor, caso contrário fica algo muito monótono.
    Uma pena não ter satisfeito tanto sua expectativa!!
    Beijos
    http://www.pequenosvicios.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda! Eu sempre vou pelo impulso e esse foi um impulso que não me agradou. Bjs

      Excluir
  3. Oi Márcio!
    Que enredo fantástico! Adorei, não conhecia e fiquei super curiosa!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Espero que goste "mesmo eu não tendo gostado". Bjs

      Excluir
  4. Eu já tinha visto algumas coisas sobre esse livro, o que me deixou bem curioso para conhecer a história. Eu amo música, e quando vi que o enrendo traz "a materialização" da música aumentou ainda mais o meu desejo pela obra. Embora não goste de biografias, irei me arriscar com esse livro, se eu tiver a oportunidade de lê-lo em breve. Abraços!

    www.facesemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wesley! Que bom saber e espero que goste da leitura. Abs

      Excluir
  5. Olá, eu já li uma outra resenha sobre esse livro e por ela fiquei com vontade de lê-lo, eu gosto de biografias e livros no estilo de biografias, e gosto também de música, então, acho que mesmo com suas ressalvas, gostaria de ler esse livor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marijleite! Leia quem sabe você não goste.

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Quero muito ler o livro, fiquei bem animada com o enredo do livro, vou ver se solicito ele!!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angélica! Estou bem e você? Espero que goste. Bjs

      Excluir
  7. Olá,
    Desde o lançamento que estou bem curiosa para ler a obra, porém ainda não consegui.
    O que mais chama minha atenção, além dessa capa maravilhosa, é que a primeira parte da obra é narrada exatamente pela música e quero ver como esse trabalho foi feito. E claro que quero ver os depoimentos também de quem conheceu Frankie.
    Uma pena que o papel da capa seja tão delicado e que amasse com facilidade.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele! Espero que goste e é mesmo é uma pena.

      Excluir
  8. Oie
    apesar de alguns pontos, parece ter sido uma boa leitura, não sei se leria pois não achei o enredo forte o suficiente para me atrair mas o gênero eu curto bastante no geral. Parabéns pela resenha e pela sinceridade nas palavras

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina! Fico feliz que tenha gostado e muito obrigado. Bjs

      Excluir

©Um baixinho nos Livros - 2017. Todos os direitos reservados. - Criado por: Marcio Silva. - Tecnologia do Blogger. imagem-logo